segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Compêndio do Natural e Sobrenatural - o Wakon

Continuando as postagens dos monstros de Tresmundos, aí vai mais uma besta.

Ainda não irei colocar uma descrição detalhada como sugeriu o colega alanciano Diego, mas é apenas para dar um gostinho do clima de Tresmundos aqui.

Na Campanha que venho mestrando, esse monstro se faz presente na próxima sessão, e espero que os jogadores não leiam isso para não estragar a surpresa. De qualquer forma a maioria de minhas postagens são programadas, então acredito que até la, eles já tenham jogado essa aventura.

um wakon em sua forma "natural"
O wakon é uma espécie de entidade maligna, ou de demônio, presente em Abya-Yala. Ele não costuma perambular pelas vilas em sua forma natural, sendo mais discreto e se mostrando sempre como um viajante belo e atencioso.

O wakon nunca faz mal a alguém deliberadamente, ele apenas pratica suas maldades quando alguém, em desespero, aceita sua ajuda. Então ele resolve qualquer problema de sua vítima, e começa a cobrar pelo favor, e caso a vítima não pague, ele transforma avida dele em um verdadeiro inferno. Adoece seus parentes, causa a perda dos dentes na vítima, trava seus dedos, mata cada um de seus amores...

De qualquer forma, ele sempre irá cobrar mais da vítima, nunca ficando satisfeito. Até que a mesma enlouqueça - e ele então possa transformá-la em seu escravo - ou se mate, e então o wakon opde possuir seu spiritu.
 
Muitas comunidades sumiram justamente com a atuação de um wakon, que sempre é difícil de diagnosticar a presença de um, pois eles nunca agem da mesma forma.

A única maldade que um wakon faz sem "contrato" é a de se alimentar de recém nascidos. Mas normalmente ele recebe oferendas para se manter distante, com o sacrifício de recém-nascidos com alguma deformidade.

um wakon sempre poderá aparecer na forma humana, mas terá a língua bifurcada.
 Bom, pessoas, esse é o wakon, uma espécie de demônio-espírito-mercador de almas.

2 comentários:

  1. Muito interessante. Ótimo texto!

    ResponderExcluir
  2. obrigado, nobre odin! fico feliz que esta casa seja seu local de parada por alguns minutos!

    ResponderExcluir